Espécie

Lonicera etrusca (Santi)

  • Lonicera etrusca

Descrição

Trepadeira deciduosa ou quase toda verde e lenhosa. Folhas até 6.5×4 cm, largamente elípticas ou ovadas, obtusas ou subagudas no ápice, glaucas ou verde esbranquiçado por baixo, o par superior conado, o próximo séssil ou curtamente peciolado. Inflorescências terminais, anéis solitários ou em clusters de 2-3 nas pontas dos ramos. Corola com 2.5 cm, amarelo esbranquiçada, geralmente tingida de púrpura; tubo 1 1/2x tão longo como o limbo, estreito. Bagas fundidas em direcção à base, vermelhas quando maduras.


Habitat

Matagais


Tipo Fisionómico

Microfanerófito


Época Floração

Março-Julho


Estatuto de Protecção

Não tem


Sinonímias

Não tem


Distribuição Geral

S Europa, Região Mediterrânica


Observações

Planta Medicinal. As sementes são usadas no tratamento das verrugas. Passível de confusão com a L. implexa, da qual se destingue pelo facto de as nflorescências serem sésseis, e as flores nasceren directamente da axila de folhas. Na L. etrusca as Inflorescências são pedunculadas, sem folhas na base. Ocorre em Sebes e orlas de carvalhais, azinhais e carrascais, por vezes em clareiras, em ambientes mediterrâneos ou submediterrâneos. Indiferente edáfica, ocorre sobre vários tipos de substratos.

Distribuição Geográfica