Espécie

Hyacinthoides vicentina ssp. vicentina ( (Hoffmanns. & Link) Rothm.)

  • Hyacinthoides vicentina ssp. vicentina
  • Hyacinthoides vicentina ssp. vicentina
  • Hyacinthoides vicentina ssp. vicentina

Descrição

Planta herbácea, vivaz de 20 a 40 cm com bolbo ovóide a globoso com escamas coalescentes, renovando-se completamente em cada ano. Folhas lineares a oblongo-lanceoladas. Escapo geralmente delgado. Flores campanuladas (em forma de sino), com a extremidade das tépalas algo recurvada.
Hyacinthoides vicentina
Flores em forma de estrela aberta, com as extremidades das tépalas direitas, azul-violáceas a lilacíneas. Brácteas menores ou pouco maiores que os pedicelos inferiores. Anteras geralmente azuis, por vezes amareladas


Ecologia

Em clareiras de matos em solos arenosos ou argilosos, frequentemente em locais com encharcamento temporário.


Habitat

Matos


Tipo Fisionómico

Caméfito


Época Floração

Fevereiro-Abril


Endémica

Sim


Estatuto de Protecção

Anexo IV da Directiva Habitats, Anexo II da Directiva Habitats


Sinonímias

Não tem


Distribuição Geral

SW de Portugal.


Observações

Endémica de Portugal continental. Não confundir com a H. hispanica, cujas flores são campanuladas (em forma de sino), com a extremidade das tépalas algo recurvada.

Distribuição Geográfica