Espécie

Calendula arvensis (L.)

  • Calendula arvensis
  • Calendula arvensis
  • Calendula arvensis

Descrição

Planta herbácea anual de 30 a 50 cm de altura. Os caules ramificados, angulosos e felpudos suportam folhas alternas, sésseis, oblongas e espatuladas. As flores dispõem-se em grandes capítulos terminais e solitários, com flores amarelo-laranja. Os frutos são aquénios espinhosos quase anulares.


Ecologia

Campos agrícolas, pastagens, baldios e incultos. Em locais com alguma perturbação.


Habitat

Ruderal


Tipo Fisionómico

Terófito


Época Floração

Outubro-Junho


Estatuto de Protecção

Não tem


Sinonímias

Calendula suffruticosa Vahl subsp. algarbiensis (Boiss.) Nyman


Distribuição Geral

De origem mediterrânica, a planta é hoje cultivada em todas as regiões temperadas do mundo.


Observações

As flores da Calêndula são tradicionalmente utilizadas em aplicações externas como um remédio anti-inflamatório, antisséptico e cicatrizante e em uso interno como emenagogo, colerético e antiespasmódico. Os produtos cosméticos e as pomadas constituem as suas aplicações mais correntes. A flor é utilizada pela sua acção hidratante, suavizante e cicatrizante.

Distribuição Geográfica

Espécie registada no Algarve, mas sem dados de distribuição publicados/conhecidos