Espécie

Biscutella sempervirens subsp. vicentina (L. (Samp.) Malag.)

  • Biscutella sempervirens subsp. vicentina

Descrição

Pequena planta (20-50 cm), perene, de rizoma lenhoso, tomentosa. Caules ramificados até 40 cm, agrupados numa roseta basal densa, erectos. Folhas quase todas basais, rosulada, pecioladas, de oblongo-lanceoladas a lanceoladas, con indumento de pelos largos. Flores dispostas em racimos (cachos) terminais com pedicelos. Pétalas de 5-6 mm, amarelas Frutos em forma de biscoito.


Habitat

Terrenos incultos


Tipo Fisionómico

Hemicriptófito


Época Floração

Março-Maio


Endémica

Sim


Estatuto de Protecção

Anexo IV da Directiva Habitats, Anexo II da Directiva Habitats


Sinonímias

Biscutella laevigata L. raça vicentina Samp.; Biscutella vicentina (Samp.) Rothm. ex Guinea


Distribuição Geral

SW Península Ibérica


Observações

É um endemismo lusitânico que ocorre nas zonas litorais do sudoeste, em núcleos dispersos ao longo do cordão dunar. Ocorre em Arribas litorais e paleodunas. Preferentemente em solos arenosos básicos.

Distribuição Geográfica