Espécie

Asparagus aphyllus (L.)

  • Asparagus aphyllus

Descrição

Arbusto perene e de aspeto compacto, fortemente espinhoso, semelhante aos tojos. Ramos longos (até 1m), muito ramificados, lenhosos, com caules cobertos por espinhos (cladódios) desiguais, normalmente o central de cada fascículo mais comprido e mais grosso que os restantes, geralmente não mais de 7 por fascículo. Espécie dioica (as plantas são masculinas ou femininas, pois cada individuo gera flores de um único sexo. Flores, pequenas e de cor amarelo esverdeado, axilares,em grupos de 3 a 6 , compedicelo curto. As flores masculinas têm seis estames eretos e robustos com anteras amarelas. As flores femininas um estigma curto com estilo ligeiramente inchado. Os frutos são bagas de estrutura esférica, pequenas e duras, inicialmente verdes e depois negras, na maturação, com1 a 3 sementes.


Ecologia

Matos e matagais xerófilos , sebes e orlas de bosques. Também em dunas litorais, acompanhando matos de camarinha, zimbrais e tojais psamófilos.


Habitat

Matos


Tipo Fisionómico

Nanofanerófito


Época Floração

Julho-Outubro


Estatuto de Protecção

Não tem


Sinonímias

Asparagus aphyllus L. for. macrolados Henriq.


Distribuição Geral

SW Região Mediterrânica


Observações

Não confundir com o Asparagus acutifolius. Neste último, os espinhos (cladódios) são todos do mesmo tamanho e relativamente finos, geralmente agrupados em fascículos com até 20 espinhos. No Asparagus aphyllus os espinhos (cladódios) são desiguais, sendo normalmente o central de cada fascículo mais comprido e mais grosso que os restantes, geralmente não mais de 7 por fascículo.

Distribuição Geográfica