Espécie

Arundo donax

  • Arundo donax

Descrição

Gramínea perene, com caule simples, erecto, ±
lenhoso, oco, glabro, atingindo os 6 m de altura. Folhas
caulinares, 60×1-8 cm, lanceoladas-lineares, achatadas, alternas,
verdes, tornando-se acastanhadas nos meses de Inverno.
Inflorescências panículares terminais, 30-60 cm, oblongas, com
2 a 5 flores em espigueta de 11-14 mm, de Setembro a
Novembro.


Ecologia

Ocorre em margens perturbadas de linhas de água, lagoas e outras massas de água. Pode formar comunidades estremes denominadas canaviais. Desenvolve-se também em campos agrícolas incultos, taludes, baldios e outros locais perturbados com alguma humidade superficial.


Habitat

Rupícola


Tipo Fisionómico

Microfanerófito


Época Floração

Agosto-Outubro


Estatuto de Protecção

Não tem


Sinonímias

Arundo phragmites L. Arundo vulgaris Lam. Phragmites communis Trin. Phragmites vulgaris (Lam.) Druce


Distribuição Geral

Região Mediterrânica e Macaronésia; amplamente introduzida nas regiões temperadas e subtropicais do planeta.


Observações

Espécie de introdução antiga, é colonizadora de margens perturbadas, com efeitos nocivos sobre a vegetação autóctone. Muito utilizada em artesanato e no fabrico de artefactos pirotécnicos.

Distribuição Geográfica