Espécie

Rosa canina (L.)

  • Rosa canina

Descrição

Arbusto de ramos compridos, trepador ou prostrado com acúleos (espinhos) um tanto falciformes, podendo atingir os 6 metros ou mais. Os caules são compridos, de cor verde ou avermelhada,delgados, sem revestimento por pêlos. As folhas são persistentes, com os folíolos ovado-lanceolados, acuminados, lustrosos, glabros. Flor com corola branca e cálice retrofletido depois da ântese e caduco. As sépalas são ovadas e acuminadas,sendo as externas inteiras. O fruto é globoso ou ovóide e vermelho.


Habitat

Ornamental


Tipo Fisionómico

Nanofanerófito


Época Floração

Abril-Junho


Estatuto de Protecção

Não tem


Sinonímias

Rosa canina L. var. genuina Crép


Distribuição Geral

Grande parte Europa, Cáucaso, C Ásia, Próximo Oriente até Afeganistão e Paquistão, NW África e Macaronésia; naturalizada na América N, Chile, S Austrália, etc.


Observações

Ocorre nas margens das linhas de água, em solos profundos e húmidos.

Distribuição Geográfica