Espécie

Ophrys apifera (Huds.)

  • Ophrys apifera
  • Ophrys apifera

Descrição

Planta, com 30 cm de altura, perene, com dois tubérculos pediculados, globosos e pequenos. Caules erectos e lisos. Folhas ovado-lanceoladas, as primeiras dispostas em roseta basal,as do caule de menor tamanho, de cor verde-claro. Escapes florais com várias flores vistosas, com 3 sépalas semelhantes a pétalas cor-de-rosa ou brancas, de formato oval, com 2 pétalas superiores mais pequenas, esverdeadas, geralmente estreitas e arredondadas na extremidade. Inflorescências com 1-12 flores; labelo (tépala) trilobado, pardo violáceo ou rosa-escuro, com uma franja marginal de amarelo intenso. Os frutos são cápsulas que contêm entre 10.000-15.000 sementes, muito pequenas.


Ecologia

Pastagens e prados em clareiras de matagais e tomilhais. Em solos mais ou menos húmidos, relativamente profundos, ácidos ou básicos.


Habitat

Relvados húmidos


Tipo Fisionómico

Geófito


Época Floração

Março-Julho


Estatuto de Protecção

Não tem


Sinonímias

Não tem


Distribuição Geral

Europa Mediterrânica, estendendo-se a N até Reino Unido e Alemanha e a E até Cáucaso


Observações

A Ophrys apifera é polinizada por um inseto específico, uma abelha cujo nome cientifico é Eucera nigrilabris pelo que, dependendo dele,a flor precisa de uma estratégia especial para o atrair. Ao imitar a forma e o odor de uma abelha consegue levá-lo a pensar que está a acasalar com uma fêmea da sua própria espécie.

Distribuição Geográfica