Espécie

Motacilla cinerea (Tunstall, 1771)

Nome Comum

Alvéola-cinzenta, Arvela, Chirina-do-rio, Lavandisca-do-rio

Sem imagem

Características

Espécie com 19 cm de comprimento. Parte superior cinzenta com listra superciliar branca, asas pretas, uropígio amarelo-esverdeado e cauda preta comprida e com margens brancas. Parte inferior branca com coberturas infracaudais amarelas e uma quantidade variável de amarelo no peito. No Verão, o macho apresenta um “bibe” preto proeminente.


Ecologia

Reproduz-se ao longo de cursos de água, sobretudo nos que têm corrente rápida. Surge associada a muitos tipos de zonas húmidas, incluindo cursos de água lentos ou rápidos, barragens, açudes e mesmo no litoral rochoso. Os seus ninhos são muitas vezes construídos em construções humanas. O inicio da nidificação dá-se no mês de Março, sendo as posturas geralmente constituídas por 4 a 6 ovos. O período de incubação dura entre 11 a 14 dias. Consome maioritariamente insectos.


Fenologia

Residente & Visitante (ResVis)


Estado de Conservação

Pouco Preocupante (LC)


Distribuição Geral

Ocorre de uma forma descontínua ao longo da Europa, Noroeste de África e Ásia. Em Portugal, distribui-se de forma alargada por todo o território, embora esteja ausente de algumas áreas durante a época de nidificação, nomeadamente no sul do país. No Algarve, as serras de Monchique e Caldeirão são bons sítios para ver esta alvéola na Primavera. No Outono e no Inverno aparece em zonas costeiras, como a ria de Alvor e a Quinta do Lago.

Distribuição Geográfica

Referências

Cabral, M.J.(coord.), Almeida, J., Almeida, P.R., Dellinger, T., Ferrand de Almeida, N.,Oliveira, M.E., Palmeirim, J.M., Queiroz, A.I., Rogado, L. & Santos‐Reis, M. 2005.Livro vermelho dos vertebrados de Portugal. 2ª ed. Instituto da Conservaçãoda Natureza/ Assírio & Alvim. Lisboa. 660 pp.

Catry, P., Costa, H., Elias, G., Matias, R., (2010). Aves de Portugal. Ornitologia de território continental. Assírio & Alvim, Lisboa.

Costa, H., Juana, E., & Varela, J. (2011). Aves de Portugal incluindo os arquipélagos dos Açores, da Madeira e das Selvagens.

Gooders, J. (1994). Guia de campo das aves de Portugal e da Europa. Círculo de Leitores.

Assírio & Alvim (2008)- Atlas das aves nidificantes em Portugal.

Turismo do Algarve (2012). Guia de observação de aves no algarve.

http://www.iucnredlist.org/

http://avesdeportugal.info/