Espécie

Motacilla alba (Linnaeus, 1758)

Nome Comum

Alvéola-branca, Arvela, Boieira, Gonçalinha, Lavabdisca, Pastorinha

Sem imagem

Características

Alvéola com aproximadamente 18 cm de comprimento. Balança permanentemente a cauda e a cabeça ao caminhar. No Verão, a garganta e o peito são pretos. No Inverno só o peito é preto. A fronte é branca, o centro da coroa é preto (cinzento nas fêmeas durante o Inverno). Os machos têm a nuca preta e a das fêmeas é cinzenta. Os juvenis são acinzentados e uniformes.


Ecologia

Frequenta margens de rios, ribeiros e regos. É frequente junto a povoações ou dentro das mesmas, onde nidifica (casas rurais, azenhas, pontes, ruínas ou muros de pedra). As posturas são normalmente compostas por 5 ou 6 ovos, que são incubados entre 11 a 16 dias. Alimenta-se de invertebrados em sementeiras, pousios, arrozais, sapais, terrenos lavrados.


Fenologia

Residente & Visitante (ResVis)


Estado de Conservação

Pouco Preocupante (LC)


Distribuição Geral

Distribui-se pela Europa, Norte de África e Ásia. Em Portugal, durante a época de reprodução, a alvéola-branca distribui-se por todo o país, mas é muito escassa em grande parte do Baixo Alentejo e do Algarve. No Outono e no Inverno encontra-se em grande número por todo o território continental nacional. No Algarve é pouco comum na região, as melhores probabilidades centram-se no período de Inverno em locais como a ria de Alvor, o Ludo, Vilamoura e junto ao cabo de São Vicente. Também se observa junto às lagoas dos Salgados e das Dunas Douradas.

Distribuição Geográfica

Referências

Cabral, M.J.(coord.), Almeida, J., Almeida, P.R., Dellinger, T., Ferrand de Almeida, N.,Oliveira, M.E., Palmeirim, J.M., Queiroz, A.I., Rogado, L. & Santos‐Reis, M. 2005.Livro vermelho dos vertebrados de Portugal. 2ª ed. Instituto da Conservaçãoda Natureza/ Assírio & Alvim. Lisboa. 660 pp.

Catry, P., Costa, H., Elias, G., Matias, R., (2010). Aves de Portugal. Ornitologia de território continental. Assírio & Alvim, Lisboa.

Costa, H., Juana, E., & Varela, J. (2011). Aves de Portugal incluindo os arquipélagos dos Açores, da Madeira e das Selvagens.

Gooders, J. (1994). Guia de campo das aves de Portugal e da Europa. Círculo de Leitores.

Assírio & Alvim (2008)- Atlas das aves nidificantes em Portugal.

Turismo do Algarve (2012). Guia de observação de aves no algarve.

http://www.iucnredlist.org/

http://avesdeportugal.info/