Espécie

Cynara algarbiensis (Mariz)

  • Cynara algarbiensis

Descrição

Planta herbácea até 50 cm. Caules estriados, geralmente ramificados na parte superior, branco-tomentosos. Folhas caulinares com penipartidas, verde-azuladas na página superior e branco-tomentosas na inferior, espinhos marginais até 9 mm. Capítulos solitários ou em grupos de 2-4; Invólucro de brácteas verdes ou purpúreas com um espinho apical; corola azul purpurescente.


Habitat

Terrenos incultos


Tipo Fisionómico

Hemicriptófito


Época Floração

Junho-Setembro


Estatuto de Protecção

Não tem


Sinonímias

Bouraena humillis (L.) Cossons


Distribuição Geral

S Península Ibérica


Observações

Endemismo da Península Ibérica. Passível de confusão com a Cynara humillis, da qual se distingue pelo tamanho e forma da folha, que neste caso é maior. Ocorre em bermas de caminho, taludes, clareiras de estevais e outros matos e de sobreirais, em solos xistosos, em solos xistosos ou sieníticos.

Distribuição Geográfica